Tinteiros e toners baratos

|

Envio e Devolução GRÁTIS* desde 40 € (envio standard 3,95 €)

Guia para escolher as trituradoras de papel

Guia para escolher as trituradoras de papel

As pessoas auto-empregadas, as que têm um escritório ou escritório em casa, as pequenas, médias e, claro, as grandes empresas precisarão todas de uma boa trituradora de papel, embora dependendo do número de documentos gerados e do volume de trabalho, as características necessárias serão diferentes. É por isso que elaborámos este guia para o ajudar a escolher a trituradora de papel adequada às suas necessidades. Vamos começar!

Como sei se preciso de uma trituradora de papel?

Uma trituradora ou trituradora de papel é uma máquina que converte folhas de papel em pequenas tiras ou partículas ilegíveis. É, como pode ver, um dispositivo muito útil para cumprir os regulamentos de protecção de dados, impedindo que informações pessoais tais como datas de nascimento, números de bilhetes de identidade ou números de contas bancárias caiam nas mãos de terceiros. É também muito eficaz na redução do espaço ocupado pelos documentos para facilitar a sua eliminação.

Para resumir: Tem de eliminar documentos que contenham informações pessoais ou o seu trabalho gera muito papel e precisa de o eliminar (por favor reciclar) tão facilmente quanto possível? Depois, para segurança e conveniência, é necessária uma trituradora de papel.

O que considerar ao escolher um

A primeira coisa a considerar ao escolher um modelo ou outro é o tipo de utilização que lhe vai dar. Quantas folhas é necessário rasgar por dia? Porque dependendo do volume de trabalho terá de considerar quantas folhas pode rasgar simultaneamente, se também pode rasgar clipes de papel ou agrafos (poupa-lhe tempo), a capacidade do caixote do lixo e a potência do motor (quanto mais potência, menos sobreaquecimento).

Tipo de utilização

As necessidades de uma grande empresa não são as mesmas que as de um pequeno escritório. O volume de papel gerado e a ser destruído não tem nada a ver um com o outro e por isso as características que procuramos na nossa trituradora de papel também serão diferentes. Por exemplo, o ciclo de trabalho, ou seja, o tempo máximo de funcionamento da máquina antes de parar para arrefecer, deve ser mais longo ou mesmo contínuo se estivermos a falar de uma grande empresa. Para um pequeno escritório ou uma empresa de média dimensão, um ciclo de trabalho de 10 a 20 minutos com uma capacidade de trituração diária de cerca de 500 folhas será mais do que suficiente.

E outra questão importante, que tipo de documentos vamos destruir? Porque para documentos básicos será suficiente que o triturador os transforme em tiras, mas se contiverem dados confidenciais, devemos optar por uma máquina que os triture em partículas mais pequenas e ilegíveis.

Capacidade de corte

Quando falamos de capacidade de corte estamos a referir-nos ao número máximo de folhas que a máquina pode rasgar ao mesmo tempo e, mais uma vez, precisaremos que tenha uma maior capacidade de corte dependendo do número de documentos que geramos cada dia. Por exemplo, um triturador como o Fellowes 70S com uma largura de entrada de 23 cm e uma capacidade de corte de até 14 folhas será perfeito para pequenas e médias empresas. É também importante saber se ele tritura itens como clipes de papel e agrafos, uma característica que lhe poupará muito tempo.

Capacidade de caixa

Devia-se também observar a capacidade do caixote do lixo. O contentor é o recipiente onde são armazenados os resíduos gerados pelo papel retalhado e a sua capacidade, que é medida em litros, determinará quantas vezes terá de ser esvaziado, dependendo do número de folhas a serem retalhadas.

Para uma trituradora de papel para uso doméstico, um contentor de 10 ou 11 litros será suficiente, mas se estiver à procura de uma trituradora para uma empresa de média dimensão, é melhor optar por uma com um contentor com uma capacidade superior a 20 litros.

Potência do motor

A potência do motor influencia todo o funcionamento da trituradora de papel, ou seja, determinará tanto o ciclo de trabalho como a velocidade de corte. Como regra geral, quanto maior a potência motora, melhor, pois quanto menor o sobreaquecimento do equipamento e menor o risco de avaria.

Quanto maior a potência motora, melhor, pois quanto menor o sobreaquecimento do equipamento e menor o risco de avaria.

Velocidade de corte

A velocidade de corte, geralmente expressa em centímetros ou metros por minuto, refere-se ao tempo que leva a máquina a triturar cada lote de folhas. Mais uma vez, devemos ter presente a quantidade de documentos que iremos triturar diariamente a fim de escolher a velocidade de corte que melhor se adapta às nossas necessidades.

Qual é a diferença entre um retalhador de escritório e um retalhador doméstico

Um triturador de escritório e um triturador doméstico não terão as mesmas características porque satisfazem necessidades diferentes. Para uso doméstico, o ciclo de trabalho pode ser mais curto, a velocidade e potência de corte do motor pode ser menor e o mesmo pode acontecer com a capacidade de corte, pois não há razão para investir mais dinheiro quando uma máquina mais simples nos serve perfeitamente. Se, por outro lado, estamos a falar de escritórios ou de pequenas e médias empresas, adquirir um triturador mais rápido que nos poupa tempo e acelera o nosso trabalho será um investimento muito rentável.

Últimos artigos / ¡Presta atención, hombre!